Coleções

ATENÇÃO: Pedidos para depósito de material proveniente de consultorias/trabalhos externos ao ECZ devem ser enviados primeiro por e-mail para o responsável técnico pelas coleções (Felix Baumgarten Rosumek, felix.rosumek@ufsc.br, ramal 2790), com exceção da Coleção de Mamíferos e da Coleção Ictiológica do NEMAR, que devem ser enviados diretamente aos respectivos curadores.

Coleção Acarológica
Curador: Dr. Fabio Akashi Hernandes
Descrição: Coleção de ácaros de pena (Arachnida: Acariformes: Astigmata), pertencentes às superfamílias Analgoidea e Pterolichoidea, com cerca de 5040 lâminas com espécimes catalogados e identificados, e milhares de amostras não catalogadas conservados em lâminas permanentes e em via úmida. Constam da coleção representantes de cerca de 310 espécies pertencentes a 200 gêneros de 26 famílias (75% das famílias de ácaros de pena conhecidas no mundo). A coleção abriga cerca de 68 holótipos e mais de 1500 parátipos.

Coleção Carcinológica
Curadora: Dra Andrea Santarosa Freire.

Coleção Biológica de Elasmobrânquios “Danilo Wilhelm Filho” (CBE-DWF)
Curador: Dr. Renato Hajenius Aché de Freitas.
Descrição: A Coleção Biológica de Elasmobrânquios “Danilo Wilhelm Filho” (CBE-DWF) contém exemplares conservados em álcool em frascos de vidro ou tambores plásticos. Essa coleção foi desmembrada da coleção ictiológica do Departamento em 2014, quando se iniciou o processo de realocação e reclassificação dos exemplares com base em publicações mais recentes culminando no Trabalho de Conclusão de Curso do discente Leonardo Edson Soares em 2019. Todos os exemplares foram fotografados nesse momento. Em 2020 encontra-se com 138 exemplares de elasmobrânquios, sendo 80 tubarões de 5 ordens [Carcharhiniformes (n = 60), Squatiniformes (n = 14), Squaliformes (n = 4), Lamniformes (n = 2), Hexanchiformes (n = 1)] e 57 raias de 3 ordens [Rajiformes (n = 45), Torpediniformes (n = 7) e Myliobatiformes (n = 5)]. Ao todo a coleção abarca um total de 14 famílias de elasmobrânquios (8 famílias de tubarões e 6 de raias) totalizando 19 espécies de tubarões e 13 de raias.

Coleção Entomológica “Mítia Heusi Silveira” (CE-MHS)
Curadores: Dr. Felix Baumgarten Rosumek (Formicidae), Dr. Luiz Carlos de Pinho (Diptera) e Dra Malva Isabel Medina Hernández (Scarabaeinae).
Descrição: A coleção entomológica está focada em três grupos taxonômicos:

Besouros escarabeíneos (Coleoptera: Scarabaeidae: Scarabaeinae), com 25.000 exemplares de 130 espécies de Santa Catarina e 97 espécies de outras regiões do Brasil, distribuídos em 50 gavetas entomológicas.

Diptera, com ênfase nas famílias Chironomidae e Corethrellidae, contando com tipos de algumas espécies desses grupos.

Formigas (Hymenoptera: Formicidae), com aproximadamente 15 mil exemplares montados a seco, a maioria da região Neotropical, e cerca de mil exemplares da Europa, África e Ásia.

Adicionalmente, a coleção inclui cerca de 350 exemplares de 60 espécies de borboletas da família Nymphalidae e 550 hemípteros da família Membracidae.

Coleção Herpetológica (CHUFSC)
Curador: Dr. Selvino Neckel de Oliveira.
Descrição: Criada em 1982, a coleção herpetológica da UFSC conta com cerca de 4 mil exemplares de anfíbios e répteis oriundos principalmente do Estado de Santa Catarina, seguido de exemplares da região Amazônica. Os exemplares estão catalogados em livro tombo e armazenados em vidros com álcool 70º, separados por espécies. A partir de 2010 demos início a uma coleção de tecidos, que até meados de 2019 contava com mais de 1500 amostras de espécimes preservadas em tubos com álcool absoluto e armazenadas em freezer.

Coleção Ictiológica (CIUFSC)
Curador: Dr. Bruno Renaly Souza Figueiredo.

Coleção Ornitológica (CAUFSC)
Curador: Dr. Guilherme Renzo Rocha Brito
Descrição: A Coleção de Aves foi fundada pela Profa. Tania Rao Azevedo em 1982, com o principal objetivo de tombamento do material coletado em campo pela professora, seus colaboradores (dentre os mais notáveis o Dr. Helmut Sick, considerado um dos fundadores da Ornitologia Brasileira) e alunos. Coleções zoológicas são importantes como testemunho da fauna local, bem como repositório de espécimes utilizados nas mais variadas pesquisas na grande área das Ciências Biológicas. A CAUFSC apesar de relativamente pequena, possui bastante material local, principalmente de aves marinhas o que a torna uma grande fonte de informação para pesquisadores interessados em avifauna catarinense. Dos espécimes mais importantes destacamos um antigo uiraçú-falso (Morphnus guianensis), espécie Criticamente Ameaçada de Extinção no estado, e a fêmea de albatroz-errante (Diomedea exulans) encontrada na praia de Moçambique em 1988. Espera-se que os trabalhos na CAUFSC se intensifiquem nos próximos anos, fazendo com que a universidade seja um centro de excelência em ornitologia neotropical. Dados mais detalhados sobre a coleção podem ser encontrados em Müller & Vieira (2016).

Müller, I. H.; Vieira, B.P. Estado de preservação dos espécimes na Coleção de Aves da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualidades Ornitológicas 194: 52-74.

Além das coleções secas e úmidas de aves, temos um arquivo bioacústico com diversas vocalizações de aves em formato digital, que está sendo organizado.

Coleção de Porifera
Curador: Dr. Alberto Lindner.
Descrição: A coleção abarca espécimes do Filo Porifera, particularmente espécies marinhas de águas rasas do estado de Santa Catarina.

Coleção de Cnidaria
Curador: Dr. Alberto Lindner.
Descrição: A coleção foi criada em 1987 e abarca espécimes do Filo Cnidaria, particularmente espécies marinhas de águas rasas do estado de Santa Catarina.

Coleção de Mamíferos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Curadores: Dr. Paulo C. Simões-Lopes e Dr. Maurício Eduardo Graipel
Descrição: A coleção científica de mamíferos do Departamento de Ecologia e Zoologia contém peles, ossos, dentes e material em líquido. Em setembro de 2020 contabilizava 666 mamíferos aquáticos depositados (UFSC-1000 a UFSC-1666) e 5.246 mamíferos terrestres (UFSC-0001 a UFSC 0999 e UFSC-2000 a UFSC-6246), totalizando 5.912 exemplares depositados. Esse material representa a fauna regional e vários ambientes de transição, tanto no mar quanto em terra, e é fruto de um rigoroso inventário de fauna por mais de 38 anos. Aproximadamente 5.300 exemplares estão depositados em meio seco, com parte destes, aproximadamente 1.000 peças, em meio líquido, e 700 exemplares estão depositados em meio líquido.

Cherem, J.; Simões-Lopes, P. C.; Althoff, S.; Graipel, M. 2004. Lista dos mamíferos do estado de Santa Catarina, Sul do Brasil. Mastozoologia Neotropical 11(2): 151-184.

Coleção Ictiológica do NEMAR – Peixes Marinhos e Estuarinos

Curadora: Gisela Costa Ribeiro
Descrição: A coleção Ictiológica de Referência do Núcleo de Estudos do Mar foi fundada em 1983. Ela é de caráter regional – possui exemplares coletados em diversos locais da costa catarinense, desde Laguna até São Francisco do Sul. Está composta por material de diferentes ambientes da Zona Costeira, incluindo a Plataforma Continental, Manguezais, Lagunas e Baías e Águas Continentais integrando amostragens de diferentes Projetos de Pesquisa realizados pelo Núcleo desde o ano de sua criação (1980). Os exemplares estão catalogados em Livro Tombo, armazenados em vidros com formol 10% e álcool 70º, etiquetados e separados por lotes. A sala da coleção possui uma área de 23,1 m², onde estão acomodadas estantes de aço. Nas prateleiras, os peixes estão agrupados por família, e dentro de cada família, por espécie. A coleção está organizada num cadastro digital com informações sobre dados de captura, técnica de pesca, data, local, coletores, e o número de registro do lote. Além disso, traz informações adicionais de cada exemplar tais como medidas de comprimento total, comprimento standard e peso.
Esta coleção representa uma importante parcela das espécies de peixes que ocorrem no litoral do Estado de Santa Catarina. De um total de 1.190 lotes e 9.726 exemplares estão registradas aproximadamente 200 espécies distribuídas em 30 ordens e 60 famílias de peixes estuarino-marinhos e de água doce.

Maiores informações sobre a listagem das famílias e espécies de peixes, especialmente da ilha de SC, podem ser encontrados em:

Ribeiro, G.C.; Cattani, A.P.; Hostim-Silva, M.; Clezar, L.; Passos, A.C.; Soeth, M.; Cardoso, O.R.; Spach, H.L. 2019. Marine ichthyofauna of Santa Catarina Island, Southern Brazil: checklist with comments on the species. Biota Neotropica 19: 1-11.